Furtos em supermercados: saiba como evitar esse tipo de ação

Os furtos em supermercados são mais comuns do que gostaríamos de imaginar e esse tipo de ação causa um impacto bastante negativo no caixa da empresa. 

Segundo um levantamento da ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados), o segmento supermercadista registra perdas que ultrapassam os R$6 bilhões por ano, e os furtos representam 7% desse montante.

E para evitar, ou apenas minimizar esses prejuízos é fundamental contar com um setor de prevenção em seu estabelecimento. Para auxiliar, preparamos esse texto com mais informações sobre o tema.

Saiba mais: confira 04 dicas para proteger o seu comércio

Conheça os tipos de furtos mais comuns nos supermercados

Antes de explicarmos os tipos de furtos nos supermercados, é importante lembrar que esse tipo de ação não tem classe definida, já que clientes com alto poder aquisitivo também cometem esse tipo de crime. 

A diferença são os tipos de produtos levados pelos criminosos. Enquanto as classes D e C visam produtos perfumaria, bebidas e mercearia. Já os furtantes das classes A e B procuram, como principais alvos, queijos finos e bebidas elitizadas. 

Sabendo disso, é preciso conhecer também os três tipos de clientes que podem cometer essa contravenção. 

1 – Furtante ocasional: é aquela pessoa que compra um produto e acaba levando outro como “presente”.

2 – Furtante impulsivo: são os chamados cleptomaníacos, que por conta de um transtorno de controle de impulsos acabam subtraindo itens por compulsão.

3 – Furtantes profissionais: esse grupo conta com pessoas que vão unicamente com o objetivo de afanar produtos e que possuem em mente os produtos que serão levados e que são fáceis de revender. 

Como identificar pessoas suspeitas

Normalmente esse tipo de cliente costuma observar todo o ambiente e olhar bastante para os lados. Além disso, podem derrubar, de propósito, produtos com a intenção de escondê-los. 

Outros pontos de atenção são pessoas que mexem muitas vezes em bolsas ou mochilas no local de escolha das mercadorias, fingir que estão olhando produtos em prateleiras mais altas para observar a movimentação dos funcionários. 

Em geral os itens mais visados são os doces, bebidas e carnes. Outras mercadorias que também fazem parte da lista são desodorantes, chips para celulares e laticínios. 

Portanto, é preciso ter mais atenção nessas seções dos supermercados, orientando os colaboradores a aumentar o monitoramento nos locais.

Onde os produtos são escondidos

A ocultação das mercadorias é uma das técnicas utilizadas na hora de cometer o furto. Normalmente eles são escondidos em roupas, bolsas e mochilas. Então é bom ficar atento em clientes com paletós, casacos, sacolas reutilizáveis e guarda-chuva em mãos. 

Além disso, embalagens com outros produtos, como sacos de carvão também são formas de ocultar mercadorias subtraídas do supermercado. 

O furto também pode ser realizado pelos empregados do estabelecimento e entregadores. Normalmente os prejuízos acontecem em produtos com peso adulterado, empilhamento falso e violação das embalagens.

Qual a forma ideal de abordar os suspeitos?

Agora que você já conhece mais sobre o perfil de quem pode ir ao seu negócio para furtar, é importante saber como proceder.

Realize a abordagem de uma maneira discreta e fora dos caixas, assim a pessoa não tem como argumentar que irá pagar pelo produto. Lembre-se também de não discutir no momento que a mercadoria foi escondida, para não correr o risco de sofrer com processos por danos morais. 

Entretanto, o melhor é evitar qualquer abordagem. Portanto, ações preventivas podem ajudar, como por exemplo, oferecer cestas da loja para os suspeitos, ou seguir, de maneira discreta, o suspeito. 

Investir em tecnologia é uma boa opção

Você pode optar por um sistema de alarmes de acesso, soluções de monitoramento de frente de caixa, além dos sistemas de circuito fechado de TV. Com os sistemas instalados, elimine os pontos cegos das câmeras. 

Se você deseja um monitoramento que se encaixe com o seu negócio, entre em contato com os colaboradores da Guardian e saiba como podemos ajudar a evitar dores de cabeça no seu estabelecimento.

Se você quiser ver mais artigos do tipo, não se esqueça de acessar o nosso blog.